sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Vindo como turista para a Nova Zelândia

Postagem atualizada 
em 07/12/2019

Você pretende vir para Nova Zelândia apenas para passear e conhecer? 
Apenas tirar férias na Nova Zelândia? 
Visitar um familiar? 

Então SIM, venha como turista/visitante.




Você quer entrar como turista mas pretende morar e trabalhar na Nova Zelândia?

Você pode, se você tiver qualificação, inglês e sua profissão estiver na lista de profissões em procura. Mas ainda assim é um risco grande. Conheço uma pessoa que entrou aqui como turista, falando a verdade, que veio a procura de trabalho, e o deixaram entrar porque a profissão dele estava na lista, porém deram visto de apenas 1 mês pra ele. E mesmo que você consiga entrar aqui dessa maneira, ainda assim vai passar pelo sufoco de ter que conseguir um empregador para aplicar um visto de trabalho pra você. Vai ter gastos e tudo mais.

Então eu quero expressar aqui a minha opinião sobre esse assunto que estão vindo me perguntar com muita frequência, e que também vejo muita gente perguntando isso nos grupos do facebook.

Eu NÃO aconselho ninguém a vir para Nova Zelândia como turista, em busca de emprego. Eu acho muita responsabilidade aconselhar alguém a vir pra cá dessa maneira. Tem gente que vem como turista e tem sorte e consegue empregador para aplicar visto de trabalho. Alguns conseguem rapidamente (minoria) e outros demoram muito tempo. E quanto mais tempo demorar, mais dinheiro se gasta. Alguns não conseguem, e voltam ao Brasil com prejuízo financeiro de um grande investimento que não teve retorno. 

Para não vir como turista você tem 3 opções:

- Visto de estudante: comprando um curso de 14 semanas ou mais, você tem direito a aplicar o visto de estudante, que te dá direito a trabalhar até 20hs por semana. É um visto aberto que você pode trabalhar aonde quiser, e com isso você pode conquistar um empregador para mais tarde aplicar um visto de trabalho pra você. Além de você estudar e aprender inglês, porque o inglês é fundamental aqui, quanto maior o seu nível de inglês, maiores as chances de pegar empregos melhores e não tão pesados, e consequentemente com salário melhor. As vezes o dinheiro que você desperdiça se sustentando como turista por meses, é o valor do curso. Você aplica o visto de estudante do Brasil, ou seja, antes de vir, e quando vier já entra com visto aprovado.

- WHV (Working Holiday Visa): Também um visto aberto onde você pode trabalhar em qualquer lugar, por até 3 meses por empregador, no prazo de 1 ano, ou seja, 4 empregadores. E também pode conquistar um desses empregadores para aplicar  visto de trabalho pra você. Porém, esse visto também depende de sorte, pois são apenas 300 vagas por ano. Através desse visto você também já entra no país com visto aprovado.

- Visto de trabalho aplicado do Brasil: Você pode entrar em contato com empregadores daqui da Nova Zelândia, e se conseguir uma vaga, pode aplicar o visto ainda estando no Brasil e já chegar aqui com visto de trabalho aprovado. É difícil, mas não é impossível.

Com esses 3 vistos, você vai aplicar estando ainda no Brasil, então digamos que se não for aprovado, você nao vai ter tido gastos com passagens, viagem, e tudo mais.

Para saber mais sobre cada tipo de visto, inclusive com os links da imigração da Nova Zelândia, clique aqui.

IMPORTANTE: Independente do tipo de visto que você vier, você tem que se preparar muito bem financeiramente para não passar sufoco e não ter surpresas. Clique aqui para ver uma simulação de orçamento.

Estou vendo muita gente vir como turista e estar sendo barrada no aeroporto, e não conseguindo nem entrar na Nova Zelândia. Sei de casos que pessoas que já foram mandadas de volta já do Chile ou da Argentina. Então é melhor estudar a maneira mais segura de vir, para você não perder seu dinheiro e ter seu sonho impedido. Sem contar que alguns ganham visto de turista restrito, que é um tipo de visto que impede que você aplique pra outro visto, então a única alternativa é sair da Nova Zelândia, na data determinada pela imigração. Não te impede de voltar novamente e tentar de novo, mas corre o risco de acontecer as mesma coisa novamente.

Outra coisa...! Pessoal, tomem muito cuidado com opiniões, e também com experiências, se deu certo pra alguém, não significa que vai dar certo pra você também. Existem muitos vídeos no youtube, postagens em blogs, etc... Não acreditem na primeira postagem que lerem, ou no primeiro vídeo que assistirem. Pesquisem bastante em várias fontes e tenham certeza que são fontes seguras.

Eu sei que tem muita gente que não vê a hora de sair do Brasil, vir pra Nova Zelândia e aproveitar tudo que esse país maravilhoso tem para oferecer, mas não adianta fazer tudo de qualquer jeito, tem que ser muito bem planejado.

E as leis de imigração tem mudado com frequência, então se certifique de que a informação é atual. Antes de ler procure pela data da postagem e/ou atualização.

E se você optar por visto de estudante, pesquise bastante antes de escolher a agência. Procure por feedbacks e reviews sobre a empresa, pergunte nos grupos e também procure por postagens antigas nos grupos de facebook. Digite o nome da empresa na lupa do grupo, e leia as postagens que envolvem a empresa. Outra dica que eu sempre dou, é que eu acho melhor contratar agências com sede na Nova Zelândia, pois eu já vi casos que a agência era brasileira e nenhum dos agentes da empresa já tinha visitado a Nova Zelândia, e indicaram uma home stay pro aluno, dizendo ser perto da escola. Quando ele chegou, descobriu que ele tinha que caminhar 2km até o ponto de ônibus, e pegar 2 ônibus até chegar na escola. Então escolha agências que os agentes conheçam a Nova Zelândia e principalmente a cidade do seu destino.

Abaixo vou indicar algumas agentes que moram em Queenstown:




Oi Genteeee!
Eu sou Renata Nitzsche, mais conhecida como Re

Vim para Nova Zelândia há 4 anos atrás para um projeto de Intercâmbio do meu filho e meu marido.

Sou Consultora de Intercâmbio em Queenstown da Inbound Study, que foi a empresa que escolhi para realizar meu projeto.
Hoje me sinto imensamente feliz de fazer parte dessa equipe, que presta serviços de Consultoria Educacional na NZ e Australia.

Visite minhas redes sociais e tenha informações diárias sobre Queenstown.
Bem como , me chame no watzap para que conversar um pouquinho e juntos, realizar seu projeto de Intercâmbio para NZ

Instagram @novazelandia_renatanitzschefasuolo

Facebook 
Renata Nitzsche Fasuolo

Whatsapp 
+640278737366 


Gratidão




Me chamo Jihane Sato, moro em Queenstown há 3 anos, eu e meu noivo viemos para esse país maravilhoso como estudantes de inglês, fizemos o processo de visto sozinhos pois na época morávamos no Japão. Por ser ex-intercambista tenho experiência necessária para te ajudar a realizar esse sonho. No meu instagram @jihanesato compartilho o dia a dia, dicas, vagas de empregos e informações sobre Queenstown e a Nova Zelândia. Será um enorme prazer te ajudar a realizar esse sonho que um dia também foi meu!



Olá, tudo bem com você?

Meu nome é Louane Domingues, faço parte do time da Vital Intercâmbios, sou consultora especialista em Nova Zelândia / Austrália.
Quero que você sabia que estou aqui para auxiliar na organização do seu intercâmbio, para que você realize esse sonho tão incrível que é o intercâmbio.
Eu moro na Nova Zelândia desde 2016. 
Atualmente estou na maravilhosa cidade de Queenstown, localizada na Ilha Sul, porém, morei por algum tempo em Tauranga, localizada na Ilha Norte e já visitei diversas cidades por aqui.
Por isso e tantas coisas que já passei, eu tenho certeza que posso te assessorar na escolha da melhor cidade (de acordo com seu perfil) para você vir estudar aqui do outro lado do mundo.

Eu, como parte do time da Vital Intercâmbios, estou focada em encontrar as melhores condições para os nossos intercambistas, então, quero que saiba que nós NÃO iremos medir esforços para negociar algo bacana para você.
Quero junto com você te auxiliar a realizar esse sonho e tirar esse seu projeto do papel!

Um grande abraço,

Louane Domingues


__________________________________

Boa sorte a todos, beijos.

Luana Karina


2 comentários:

  1. Bom dia Luana.
    Parabens pelo belo trabalho.
    Gostaria de saber se voce conhece o trabalho do Peterson Fabricio, comecei uma conversa com ele sobre visto de trabalho
    sou eng civil , e minha profissão esta em falta na NZ conforme a lista. tenho duvida sobre minha idade vou fazer 50 anos em dez, nao sei se isso é problema, acho que nunca é tarde para recomeçar. ja estive 2 vezes na NZ a passeio conheço bem a ilha sul viajei uns 5000 km de carro , gostaria de morar ai, trabalhar e ter uma vida simples e tranquila . abraço Aristides Felipe

    ResponderExcluir
  2. Luana Parabens!!

    Otima postagem, como as outras que conheci recentemente, Gracas a Deus por todas todas e todas Vitorias da sua VIDA.
    Estive orando por voces e Deus falou muito comigo, compartilhei com minha esposa os seus testemunhos e veio em boa hora que resultou num crescimento espiritual muito relevante para nos.
    Neste momento minha esposa e eu estamos na Australia e tentamos o WHV pra NZ, mas nao foi desta vez, mas estamos na direcao de DEUS que devemos ser cautelosos, Deus abriu as portas para nossa hospedagem em Auckland, Na JOCUM (YWAM) voce conhece? Entao, nos fizemos um curso na Jocum no Brasil e isto esta gerando fruto, mas ate hoje as nossas dificuldades nao chega nem perto das que voces passaram, em outras palavras, eu achava que em 3 anos de casados nos estavamos em tribulacao porque nada dava certo no Brasil para nos, ja tivemos empregador que nao pagou meu salario por 3 meses e entre outros, mas HOJE vejo que Deus sempre cuidou de nos, pois nunca faltou nada entre as necessidades basicas. Hoje estamos na Australia atraves de uma tia que financiou as passagens de vinda, mas a ajuda acabou e agora estamos na dependencia de DEUS, indo para Auckland-NZ, com o visto de Estudante e procurar emprego e presenciar o Agir de Deus na vida daqueles que obedecem. Salmos 37:5. Esperamos um dia conhecer Voces. (Everton, Luana e Davi).

    ResponderExcluir